Blog Post

EX-LULA-LÁ: Imprensa internacional destaca queda ‘impressionante’ de Lula

EX-LULA-LÁ: Imprensa internacional destaca queda ‘impressionante’ de Lula

Lula

A condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a nove anos e meio de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro foi destacada pelos principais veículos da imprensa internacional. Os textos ressaltam as origens pobres, a ascensão e o baque sofrido pelo ex-presidente nesta quarta-feira.

New York Times diz que a condenação representa um revés “impressionante” para um político que exerceu enorme influência na América Latina por décadas. Segundo o jornal, Lula “elevou o perfil do Brasil no cenário global como presidente de 2003 a 2010”.

Financial Times, um dos jornais mais influentes do mundo, diz que a decisão emite “ondas de choque” pela classe política, lembra que Lula é o favorito em pesquisas de intenção de voto para as eleições presidenciais de 2018 e menciona os diferentes aspectos do legado do governo do PT.

Por um lado, o combate à pobreza resultado do crescimento econômico e dos programas de transferência de renda. De outro, gastos excessivos, em parte responsáveis pelos dois anos de recessão enfrentados pelo país.

“Seu governo também presidiu o maior escândalo de corrupção da história, a pilhagem da estatal de petróleo Petrobras.”

Manchetes de jornais internacionais sobre LulaDireito de imagemREPRODUÇÃOImage captionReportagens destacam o baque sofrido pelo ex-presidente nesta quarta-feira

O britânico The Guardian lembra que esta é apenas uma condenação entre cinco processos que Lula responde na Justiça. A decisão, classificada como a mais expressiva no contexto da Lava Jato até agora, representa uma “queda impressionante para Lula, o primeiro presidente brasileiro da classe trabalhadora, que deixou o poder seis anos atrás com uma taxa de aprovação de 83%”.

“O ex-líder sindical ganhou admiração global pelas políticas de transformação social que ajudaram a reduzir as intensas desigualdades no maior país da América Latina”, diz o texto, que lembra ainda o conhecido episódio em que Barack Obama disse que Lula era o político mais popular do mundo.

O francês Le Monde, que tinha a notícia como a principal de seu site, diz que a decisão da Justiça compromete as chances de o ex-presidente se candidatar às eleições presidenciais de 2018. Lembra também o alto nível de rejeição do petista e sua liderança em pesquisas de intenção de voto.

Já o Clarín destaca no texto, além dos detalhes da acusação, que Moro tem condenado empresários e políticos da esquerda e da direita a pesadas penas de prisão. O jornal argentino lembra que o atual presidente, Michel Temer, também é alvo da Lava Jato.

Da BBC Brasil

About Waldemar Ter

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × três =